Título: Objetos Cortantes
Título Original: Sharp Objects
Autor(a): Gillian Flynn
Páginas: 254
Editora: Intrínseca
Acabamento: Brochura



"O rosto que você apresenta ao mundo diz ao mundo como tratar você."





 Hoje trago para vocês um livro de Gillian Flynn, quem não sabe quem é, deve conhecer como a autora de Garota Exemplar, que por coincidência foi o primeiro livro dela que eu li, e não, eu ainda não vi o filme. Garota Exemplar é um ótimo livro e eu amo ele muito, mas estamos aqui para falar sobre Objetos Cortantes. Este livro vem para vocês com 254 páginas de pura emoção. Eu no começo estava com um pé atrás para ler o livro, mas posso dizer agora que não me decepcionei. 

  Esta é um estória um pouco de suspensa, com uma escrita típica de Gillian Flynn, então já deves saber que vais ficar preso ao livro até terminá-lo. A estória começa um pouco lenta, porque ao invés de já nos jogar no meio da ação, Gillian começa lentamente mostrando a personagem principal e sua história.



  Conhecemos então Camille Preaker, uma jornalista que atualmente mora na Califória, porém vem de uma cidade pequena chamada Wind Gap, onde achava que estaria livre para sempre até que seu chefe Frank Curry a manda cobrir uma matéria lá. 
  Uma segunda criança aparece morta na cidade, com uma distância de um ano entre elas, e uma terceira está desaparecida.O que torna esta matéria boa para uma cobertura é que tudo que esta ruim, sempre pode piorar. Apesar da horrenda situação de duas crianças mortas, o fato de que elas foram encontradas com todos os seus dentes arrancados alarmou o chefe de Preaker. 

  Bom, é a partir desse momento que você consegue sentir a pressão da estória. Gillian foi capaz de passar a angústia de Camille para você através das páginas. O jeito como ela não está animada para voltar para sua cidade natal mas tem que fazer isso por causa do emprego. Apesar de não dizer claramente, tu percebes ou da a entender que Preaker é alcoólatra e como voltar para a sua cidade e rever sua mãe com a qual não se dava bem, mexeu com ela, o que a fez voltar a beber. 

  Camille Preaker é destinada a esta matéria já que é uma antiga moradora da cidade. Mesmo relutante ela vai, pois não pode perder o emprego. Seu objetivo é reunir o máximo de informação sobre as mortes e o sequestro, conseguir declarações da polícia e dos moradores e tudo mais que você pode pensar que uma matéria de investigação criminal precisa. Mas claro que não é tão fácil, se não o livro não teria graça não é mesmo? Algumas famílias se recusam a dar entrevistas, o chefe da polícia local também não fala nada em oficial, pois não quer que sua cidade pequena fique conhecida por mortes de crianças. O único jeito de saber o que a polícia pensa é atrás de um Detetive que veio diretamente do Kansas para ajudar na investigação, e depoimentos de apenas alguns moradores que não são diretamente ligados as famílias. 

  A partir de agora começa a investigação no livro. Uma parte tão bem escrita, um livro tão bem escrito, que ele vai levando você ao longo da investigação policial, se sentindo como se estivesse lá ajudando. Começas a ter os próprios suspeitos, começa a criar as próprias teorias.
  Objetos Cortante é de verdade um ótimo livro que te leva e te prende quanto mais você lê.     Melhor pegar seu bloquinho de notas e sua cante para marcar todos os suspeitos e fazer sua própria investigação. 
  Com um final de de mexer com a cabeça de tão incrível, realmente inacreditável, Este livro não pode faltar na coleção de ninguém!

 big daddy cole sprouse dylan sprouse mindblown suite life GIF

E ai, acertou quem era o assassino? 

Deixe um comentário